• PDF
  • Imprimir
  • E-mail

Projeto de Extensão

Projetos

Prof. Carlos Alberto Dias:

1- Título do Projeto:

Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS): representações sociais, práticas comportamentais e efetividade dos processos de adesão ao tratamento da doença de pacientes cadastrados nas Estratégias de Saúde da Família (ESF) de Diamantina, MG

Resumo:

Objetivando identificar as representações sociais e práticas comportamentais de pacientes hipertensos assistidos pelas ESF de Diamantina (MG) e a efetividade dos processos de adesão ao tratamento da HAS, esta pesquisa abrange assistidos pelas 7 ESF da zona urbana do município. Para a mostra representativa, proporcional e estratificada far-se-á um sorteio aleatório de 566 hipertensos de ambos os sexos com 40-59 (meia idade) e 60 anos ou mais (idosos) que utilizam medicamentos anti-hipertensivos pelo menos há seis meses. A coleta se fará no domicílio dos hipertenso através de: 1) entrevista guiada por um Roteiro Estruturado levantando Dados pessoais; Classificação socioeconômica; Situações de risco em saúde; Comportamentos e hábitos alimentares; Dados de saúde; Medidas higienodietéticas; Acesso aos serviços de saúde e aos medicamentos; Existência de apoio; Medicamentos, formas de uso e interação medicamentosa; Avaliação da Adesão ao Tratamento (Morisky Green MMAS-8); Classificação da Meta Pressórica; 2) Aparelho de Pressão Digital; 3) Balança e Fita métrica para avaliação do IMC. Na análise quantitativa serão utilizados os softwares Sphinx Léxica; EVOC; Grade of Membership (GoM); Stata e R (Project for Statistical Computing). Na análise qualitativa tomar-se-á como referência fragmentos dos discursos dos participantes sobre a HAS e seu tratamento obtidos através de questões abertas e da coleta de evocações constante do Roteiro Estruturado de Entrevista pela Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP). Para identificação das RS sobre a HAS e o tratamento será utilizado o software EVOC e a Análise de Conteúdo (Bardin). Projeto apoiado pela Secretaria Municipal de Saúde de Diamantina, MG.

Início: 01/07/2018

Término: 30/06/2020

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Fernanda Fraga Campos (UFVJM)

Gilvan Ramalho Guedes (UFMG)

Maria Letícia Costa Reis (UFVJM)

Magnania Cristiane Pereira da Costa (UFVJM)

Luciana Maria Lauar de Almeida (PMD)

Mestrando Marcelo Robert Amorim de Araújo (ENSA/UFVJM)

Apoio: PPSUS - MS/CNPq/FAPEMIG/SES/2016

 

2- Título do Projeto:

Influência do desastre ambiental provocado pelo rompimento da barragem de Fundão sobre as formas de uso, preservação e representações sociais a respeito do rio Doce e da Praia do Jaó, de residentes de Tumiritinga-MG

Resumo:

No dia 05/11/2015 trinta e quatro milhões de m³ de rejeitos de mineração de ferro da barragem de Fundão, foram lançados no ambiente sendo carreados pelo rio Doce em direção ao mar, impactando os corpos hídricos, o abastecimento de cidades e as atividades de lazer de Tumiritinga-MG. O objetivo deste projeto é avaliar se o desastre ambiental ocasionado pelo rompimento da barragem de Fundão interferiu no Núcleo Central das representações sociais de residentes de Tumiritinga sobre o rio Doce e a Praia do Jaó, modificando a relação percepção de risco de contaminação e uso destes ambientes. Este estudo longitudinal, referenciado na Teoria das Representações Sociais, está sendo realizado na zona urbana deste município, com 6.669 habitantes distribuídos em 1967 domicílios. Farão parte da FASE 2 as 352 pessoas de referência dos domicílios, que participaram da FASE I. Estão sendo utilizadas Pesquisa Bibliográfica e Levantamento Amostral (Survey). Na pesquisa bibliográfica é utilizada a técnica de Revisão Integrativa de Literatura. O levantamento é realizado através de entrevistas domiciliares guiadas por um Roteiro Estruturado de Entrevista que contempla questões de natureza quantitativa e qualitativa. Após processamento e mineração dos dados no software Sphinx Lexica, estes serão analisados a partir de tabelas, gráficos e análises multivariadas. As evocações (dados quantiqualitativos) sobre o rio Doce e a Praia do Jaó, obtidos com a Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP), serão analisadas via software EVOC que indicará os elementos do Sistema Central e os do Sistema Periférico referente ao rio Doce e Praia do Jaó. Para análise dos significados e importância da evocação reconhecida como a mais relevante pelo respondente será utilizada a técnica de Análise de Conteúdo.

Início:

01/09/2017

Término:

31/08/2019

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Suely Maria Rodrigues (UNIVALE)

Gilvan Ramalho Guedes (UFMG)

Aline Marchesi Hora (PITÁGORAS)

Apoio: FAPEMIG/Demanda Universal/2016

 

3- Título do Projeto:

Contribuição de gestores, profissionais de saúde, gestantes e suas famílias no processo de adesão e atendimento aos princípios/normas previstas pelo programa de humanização do pré-natal e nascimento (PHPN) no município de Governador Valadares

Resumo:

Apesar da assistência pré-natal ter estado sempre presente no escopo das ações praticadas pelos serviços de saúde, permanecem até o momento questões que, entre outras, devem ser discutidas como a efetividade e qualidade da atenção prestada em referência aos indicadores do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento (PHPN). Este estudo tem por objetivo conhecer a contribuição de gestores, profissionais de saúde, usuárias e suas famílias no processo de adesão e atendimento aos princípios e normas previstas pelo Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento (PHPN) no município de Governador Valadares. Trata-se de um estudo observacional, descritivo, de corte longitudinal e transversal que utilizará uma abordagem quantitativa e qualitativa. Os dados estão sendo coletados a partir de entrevista semiestruturada junto a gestores, profissionais de saúde e gestantes cadastradas nas Estratégias de Saúde da Família (ESF) do município de Governador Valadares. E somente com as gestantes está sendo aplicado o Inventário de Percepção de Suporte Familiar (IPSF). A Teoria das Representações Sociais (TRS), os indicadores de qualidade da assistência prestada a gestantes preconizados pelo Ministério da Saúde e a abordagem territorial dos processos sociais se constituem nos referenciais teóricos para a análise dos dados coletados. Esta se justifica pela contínua necessidade de qualificar e humanizar a assistência à gestação a fim de fortalecer a relação dos profissionais de saúde com a cliente/paciente e redirecionar a assistência em consonância com os indicadores referentes à atenção à mulher no ciclo gravídico puerperal.

Início:

24/09/2015

Término:

23/09/2018

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Leonardo Oliveira Leão e Silva (UNIVALE)

Marileny Boechat Frauches Brandão (UNIVALE)

Suely Maria Rodrigues (UNIVALE)

Apoio: FAPEMIG/Demanda Universal/2014

 

4- Título do Projeto:

Praia do Jaó: atrativo turístico ou espaço de lazer e recreação?

Resumo:

No Município de Tumiritinga, Minas Gerais, uma Área de Preservação Permanente (APP) foi inicialmente apropriada como Atrativo Turístico e Área de Lazer e Recreação pela comunidade. Posteriormente esta foi alvo de intervenção do poder público no intuito de revitalizá-la e dotá-la de infraestrutura a fim de melhorar o acesso dos usuários, fortalecer o turismo local e evitar sua degradação. Considerada cartão postal do município, nela são estabelecidas inúmeras atividades individuais e coletivas que além de contribuir para com o bem-estar dos atores sociais, favorece a formação do sentimento de apropriação e identidade com o local. A importância da Praia do Jaó para o município e região, o grande número de pessoas que para lá se dirige tanto durante a ocorrência de eventos quanto nos dias ordinários e a importância econômica para o município e residentes de Tumiritinga chamam a atenção para a necessidade se definir a identidade deste local. Tomando-se como referência os pressupostos teóricos e práticos do Turismo esta pesquisa tem por objetivo estabelecer marcos conceituais que permitam qualificar a identidade da Praia do Jaó, de forma a estabelecer se este conjunto paisagístico se constitui efetivamente em atrativo turístico ou unicamente em espaço de lazer e recreação. Este estudo está sendo realizado com base em dados secundários envolvendo o banco de dados disponibilizado pelo coordenador do projeto apoiado pela FAPEMIG e artigos sobre o tema disponíveis no Portal CAPES), levando-se em conta tanto os dados de natureza quantitativa quanto qualitativa.

Início: 01/03/2017

Término: 28/02/2018

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Fernanda de Alencar Machado Albuquerque (UFVJM)

Aline Marchesi Hora (PITÁGORAS-GV)

Apoio: PIBIC/FAPEMIG - EDITAL CICT 008/2016

 

5- Título do Projeto:

Turismo e lazer: influência sobre a saúde e qualidade de vida de hipertensos

Resumo:

Esta pesquisa tem por objetivo verificar se o Turismo e o Lazer são capazes de contribuir para com a melhoria da qualidade de vida do Hipertenso e influenciar positivamente no processo de adesão ao tratamento da doença. Em termos específicos, procurou-se ao longo desta pesquisa: 1. Verificar, a partir da literatura, os entendimentos sobre a relação turismo, lazer e saúde. 2. Analisar a qualidade de vida do ponto de vista conceitual e sua relação com o turismo, lazer e saúde. 3. Identificar sujeitos hipertensos que se envolvem em atividades de lazer e turismo, identificando a influência destas sobre sua qualidade de vida e adesão ao tratamento da doença. 4. Compreender de que forma a participação de hipertensos em atividades de Turismo e Lazer exerce influência sobre a qualidade de vida e adesão ao tratamento de sujeitos hipertensos.

Início: 01/03/2016

Término:28/02/2017

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Suely Maria Rodrigues (UNIVALE)

Glauco José de Matos Umbelino (UFVJM)

Marina Mendes Soares (UNICAMP)

Thamiris de Assis Pereira (UFVJM)

Apoio: PIBIC/FAPEMIG - EDITAL CICT 004/2015

 

6- Título do Projeto:

Hipertensão arterial sistêmica: práticas comportamentais, qualidade de vida e representações sociais de pacientes a respeito da doença e seu tratamento

Resumo:

A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é o maior problema médico-social dos países desenvolvidos e em muitos dos emergentes. A não-adesão em todas as faixas etárias, afeta a saúde física e mental causando impactos significativos na qualidade de vida dos sujeitos. Além da falta de adesão ao tratamento, a adoção de práticas comportamentais inadequadas que não condizem com as prescrições médicas contribui para que a maioria dos hipertensos diagnosticados não mantenha a pressão arterial (PA) sob controle. Este projeto teve por objetivo verificar de que forma as Representações Sociais e as Práticas comportamentais relativas à Hipertensão Arterial Sistêmica exercem influência sobre a Adesão ao Tratamento da Doença, Qualidade de Vida e Ocorrência de sintomas depressivos de pacientes que se encontram em distintas fases do ciclo da vida. A pesquisa foi realizada no município de Governador Valadares, localizado na região leste do Estado do Minas Gerais. A abrangência da presente pesquisa incluiu 36 Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e 3 Programas de Agentes Comunitários de Saúde (PACSs) situados na zona urbana do município. Com base no cálculo da fórmula de definição do tamanho da amostra, nesse estudo participaram 581 hipertensos, excluídos o percentual referente aos sujeitos com idade de até 39 anos. Considerando uma possível perda em torno de 10% dos indivíduos selecionados para participar da pesquisa, o tamanho amostral ajustado foi de 639 hipertensos. Os dados quantitativos coletados nas entrevistas e utilizados neste estudo foram processados e analisados com o auxílio de quatro softwares, conforme os objetivos do estudo, a saber: Sphinx Léxica; Ensemble de Programmes Permettrant L`Analyse des Évocations (EVOC); Grade of Membership (GoM); e Stata para a realização do teste de alfa de Cronbach. Na análise qualitativa dos dados, tomou-se como referência fragmentos dos discursos dos participantes nos quais expressaram as representações sociais sobre a HAS e seu tratamento. Esses foram obtidos através das questões abertas da coleta de evocações constante do Roteiro Estruturado de Entrevista, mediante o uso da Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP) e processados através do software EVOC. Com os dados subjetivos coletados, fez-se a Análise de Conteúdo conforme proposta por Bardin, que agrupa os dados em categorias para análise, dentro dos temas identificados. A Teoria das Representações Sociais (TRS) foi o referencial teórico utilizado no processo de apreensão e análise. A compreensão das Representações Sociais mostra-se importante instrumento para o conhecimento de relações sociais e de sua interação com o objeto pesquisado. Como toda teoria, possibilita a formulação de métodos para se aprofundar o conhecimento sobre a realidade.

Início:

01/10/2013

Término:

30/09/2016

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Ana Maria de Oliveira Cintra (UFSJ)

Gilvan Ramalho Guedes (UFMG)

Leonardo Oliveira Leão e Silva (UNIVALE)

Suely Maria Rodrigues (UNIVALE)

Marina Mendes Soares (UNICAMP)

Apoio: CNPq - Chamada MCTI/CNPq/MS- SCTIE- Decit Nº 06/2013


7- Título do Projeto:

Representações Sociais em torno do crime de homicídio por apenados inseridos no sistema prisional de Governador Valadares/MG

Resumo:

Uma das características da contemporaneidade é a atenção dada às condutas humanas, às regras limitatórias e às Representações Sociais presentes em territórios particularizados. Dentre as condutas que tem ocupado o centro desta atenção destaca-se a conduta homicida, uma vez que esta fere o bem maior do indivíduo que é a vida. Referenciando-se na perspectiva da Teoria das Representações Sociais (TRS), nas Políticas Públicas e em seus imperativos legais, o presente estudo procurou identificar de que forma adolescentes, jovens e adultos homicidas representam socialmente os atos de violência que resultam em crime de homicídio verificando se no entendimento destes sujeitos o crime por eles cometido deve ser judicialmente penalizado. Trata-se de uma pesquisa que utiliza tanto uma abordagem qualitativa quanto quantitativa, tendo como modelo de estudo o do tipo transversal. Quanto ao procedimento, esta assumiu a forma de estudo de caso. Os dados foram coletados no município de Governador Valadares, nas Instituições responsáveis ao cumprimento da pena: Penitenciária Francisco Floriano de Paula (PACA), Associação de Proteção e Assistência aos Condenados Franz de Castro Holzwarth (APAC) e no Centro de Internação de Adolescentes (CIA). O universo de estudo foi constituído pelos 659 (seiscentos e cinquenta e nove) apenados inseridos nestas instituições. Com base na técnica de estudo de caso participaram 24 sujeitos sorteados aleatoriamente em seis grupos, conforme sexo e faixa etária, pré-estabelecidas pelas instituições participantes. Fontes de informações: bibliografias; legislações referentes ao problema em estudo; processos penais dos participantes, questionário socioeconômico e de saúde, e entrevista em profundidade. As entrevistas foram registradas eletronicamente com autorização dos participantes. Para garantir a uniformidade neste processo, a entrevista foi realizada com base em um Roteiro Semiestruturado de Entrevista.

Início: 01/03/2013

Término: 28/02/2016

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Mauro Augusto dos Santos (UNIVALE)

Sônia Maria Queiroz de Oliveira (UFJF)

Suely Maria Rodrigues (UNIVALE)

Apoio: FAPEMIG/Demanda Universal/2012

 

8- Título do Projeto:

Hipertensão arterial sistêmica: análise espacial das práticas comportamentais, qualidade de vida e adesão ao tratamento da doença

Resumo:

Esta pesquisa teve por objetivo utilizar as ferramentas do geoprocessamento para realizar a Análise Espacial das Práticas Comportamentais, Qualidade de Vida e Adesão ao Tratamento da Hipertensão Arterial Sistêmica de assistidos pelas Estratégias de Saúde da Família e Programas de Agentes Comunitários da Saúde de Governador Valadares, MG. O presente estudo foi realizado na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, a partir dos dados coletados (dados secundários) pela pesquisa principal realizada na zona urbana do município de Governador Valadares, “Hipertensão arterial sistêmica: práticas comportamentais, qualidade de vida e representações sociais de pacientes a respeito da doença e seu tratamento”, apoiada pelo CNPq.

Início: 01/03/2015

Término: 28/02/2016

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Glauco José de Matos Umbelino (UFVJM)

Marina Mendes Soares (UNICAMP)

Thamiris de Assis Pereira (UFVJM)

Apoio: PIBIC/FAPEMIG - EDITAL CICT 005/2014

 

9- Título do Projeto:

Discursos e representações sociais de homicidas sobre o crime cometido e o cumprimento da pena a eles imposta

Resumo:

Dentre as inúmeras condutas que tem ocupado o centro da atenção dada às condutas humanas destaca-se a conduta homicida. Homicídio em conformidade ao dicionário jurídico De Plácido e Silva (2011) deriva-se do termo latino homicidium, entendido como a ação que possa causar a morte de um ser humano. Em termos gerais, esta investigação teve por objetivo identificar os discursos e representações sociais de jovens e adultos homicidas sobre o crime cometido e o cumprimento da pena a eles imposta. Trata-se de uma pesquisa descritiva do tipo transversal que quanto ao procedimento, assumiu a forma de estudo de caso. O presente estudo foi realizado na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, a partir dos dados coletados (dados secundários) pela pesquisa principal realizada no município de Governador Valadares. Nesta, a coleta de dados primários se fez a partir de entrevista com homicidas apenados na Penitenciária Francisco Floriano de Paula (PACA) e da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados “Franz de Castro Holzwarth” (APAC), com a devida autorização dos responsáveis pelas instituições.

Início: 01/03/2015

Término: 28/02/2016

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Sônia Maria Queiroz de Oliveira (UFJF)

Maria de Lourdes (UFVJM)

Marina Puga Caran (UFVJM)

Apoio: PIBIC/UFVJM - EDITAL CICT 004/2014

 

10- Título do Projeto:

Rio que te quero grande: ações antrópicas e programa de educação ambiental para comunidades ribeirinhas do Rio Grande (Diamantina)

Resumo:

O presente projeto teve por mote realizar uma avaliação do atual estado de preservação do Rio Grande e o nível de responsabilidade das populações ribeirinhas sobre o mesmo. Para isto, fez-se inicialmente uma Revisão Sistemática de Literatura envolvendo artigos científicos, relatórios sobre o rio Grande, artigos de jornais e o Novo Código Florestal. Para identificação e registro das atuais condições de conservação do Rio Grande foram utilizados 1) Relatório de Campo; 2) Máquina fotográfica para registro de imagens e 3) GPS para registro de coordenadas das ocorrências que degradam este recurso hídrico. O Rio Grande, mais do que um recurso hídrico é parte importante da história e do patrimônio cultural de Diamantina. O levantamento de sua atual situação com vistas sua recuperação é o primeiro passo para reintegrá-lo na vida da comunidade, transformando-o em atrativo turístico para populações locais e regionais, bem como para inúmeros turistas que buscam em Diamantina e Região um espaço de reencontro com a cultura e com a natureza.

Início: 01/03/2016

Término: 28/02/2017

Integrantes:

Carlos Alberto Dias (UFVJM)

Glauco José de Matos Umbelino (UFVJM)

Adeline Isis Rodrigues Correa (UFVJM)

Apoio: UFVJM - Edital para projeto de Extensão – Pibex 002/2015

Última atualização em Qua, 28 de Março de 2018 14:41