Prata da Casa - Professores da LEC lançam Memórias de Letramentos: vozes dos campos

Seg, 04 de Dezembro de 2017 12:01

Com o título Memórias de Letramentos: vozes do campo, o livro organizado pelos professores Carlos Henrique Silva de Castro e Luiz Henrique Magnani, do curso de Licenciatura em Educação do Campo (LEC) da UFVJM, foi lançado durante a semana de apresentação de trabalhos do Congresso Nacional Universidade EAD e Software Livre – UEaDSL 2017/2, realizado de 27 de novembro a 1º de dezembro.

Memórias de Letramentos é um livro sobre aprendizagens. “Como todo trabalho sobre esse tópico, ele é educativo e, antes de tudo, emocionante. Podemos aprender muito a partir dessa leitura permeada de várias vozes do campo, que nos trazem práticas de alfabetização e letramentos nem sempre previstas pelo olhar acadêmico, mas que contribuíram e contribuem significativamente para o processo formativo do nosso povo”, declaram os autores.

alt

A importância das lutas na busca pelo conhecimento deixa-se transparecer nas situações desafiadoras que são contadas, como correr para fugir da chuva de uma escola destelhada e se abrigar na igreja mais próxima, caminhar por horas para chegar à escola, enfrentar falta de merenda, estudar à luz de lamparina, acordar extremamente cedo ou, ainda, passar o dia todo entre o ônibus e a escola. E não ficam de fora experiências cotidianas e lúdicas, feito a famosa brincadeira de ‘escolinha’, pela qual muitos passaram, bem como os causos dos mais velhos à beira do fogão de lenha.

Há, nos relatos, a menção a livros e personagens, das terras daqui e do exterior, desde os já consagrados no imaginário ocidental, como Chapeuzinho Vermelho, Os Três Porquinhos e João e Maria, até os personagens de causos contados pelos pais. As professoras aparecem com frequência e o papel dos familiares e da comunidade também se mostra fundamental na apresentação de novos textos e na motivação dos pequenos, na luta pela educação.

As práticas de escrita acontecem formal e informalmente. Os estudantes contam sobre rabiscos de carvão nas paredes que eram o único suporte para as primeiras práticas com a escrita de uma criança; diários e poemas produzidos por iniciativa própria; Jornal Mural que foi definitivo na motivação para a leitura de uma estudante; mural com os nomes dos melhores leitores da escola acompanhados de uma estrelinha; curiosidade diante de textos religiosos presentes na vida familiar; a inusitada técnica de cópia de desenhos que usava querosene no papel; e até a aprendizagem autônoma de uma criança de cinco anos que assistia às aulas da mãe sem nenhum compromisso, mas um dia leu a palavra ó-le-o na lata do produto.

O livro reúne 68 registros dos hoje estudantes de graduação da LEC, em sua grande maioria moradores do meio rural, e é centrado nas suas memórias sobre seus processos de aprender – a ler, a escrever, a explorar o mundo. A obra pode ser baixada gratuitamente aqui.

O UEaDSL

O Congresso Nacional Universidade EAD e Software Livre – UEaDSL é um evento virtual, mas seu foco são as pessoas e os modos como elas se relacionam com a universidade, a educação a distância e com a tecnologia de livre acesso e compartilhamento, os três grandes temas que motivaram sua criação. Nessa edição, o tema explorado foi "Diversidade e liberdade".

Última atualização em Seg, 04 de Dezembro de 2017 12:07