Ciências Biológicas faz exposições sobre biodiversidade do cerrado e popularização da botânica

Seg, 10 de Dezembro de 2018 18:01

Nos próximos dias 12 e 13 a comunidade de Diamantina e região pode visitar duas exposições promovidas pelo curso de Ciências Biológicas, da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde (FCBS).

No dia 12, está em exposição no Mercado Velho, centro de Diamantina, Biodiversidade do Cerrado. Trata-se de um evento que pretende interligar atividades de ensino, pesquisa e extensão. Os alunos das disciplinas Biodiversidade e Práticas de Ensino em Ciências Naturais III, bem como os alunos da disciplina Taxonomia Vegetal, dos cursos de Agronomia e Engenharia Florestal, prepararam 28 banners  no tamanho de 90X120 cm sobre espécies importantes do cerrado.

“Foram os alunos quem escolheram quais espécies eles tinham interesse em estudar. Fizemos duas visitas prévias ao Parque Estadual do Rio Preto, onde muitas dessas espécies ocorrem. As espécies foram fotografadas no seu ambiente, para que fosse possível elaborar as apresentações”, conta o professor Carlos Victor Mendonça Filho, que também relata que os trabalhos contaram com a colaboração da monitora da disciplina Práticas de Ensino em Ciências Naturais, Juliana Mendes.

Já no dia 13, é realizada a exposição Popularização da Botânica das 14h às 18h, no Instituto Biotrópicos, que fica na Praça do Bonfim, n.º 44, centro de Diamantina. A exposição pretende dar maior visibilidade às plantas de forma geral e é organizada por alunos da disciplina de Práticas de Ensino em Ciências Naturais III.

“O objetivo é popularizar a botânica, levando conhecimento acerca da temática para toda a comunidade. Vamos ter essa exposição com degustação de comidas e chás como uma forma de atrair o olhar da comunidade para as plantas”, relata a professora Elaine Cabrini.

A escolha da Estação Espinhaço/Instituto Biotrópicos é estratégica. “A parceria com o instituto veio como uma forma de mostrar outros ambientes de aprendizagem, visto que ele se localiza num local privilegiado, podendo ser palco de muitas outras ações futuras”, finaliza Elaine.