Notícias da UFVJM

Grupo de pesquisa da UFVJM contribui para proteção aos profissionais de saúde em Diamantina

Técnico do Grupo de Biomecânica e Bioengenharia do ICT produz protetores faciais para profissionais de saúde de Diamantina e cidades vizinhas

Equipamento produzido em impressora 3D (foto: Felipe Maynart/UFVJM)

 

Integrante do Grupo de Pesquisa em Biomecânica e Bioengenharia (GBio2), o engenheiro mecânico e técnico de Laboratório em Mecânica do Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) da UFVJM, Felipe Rodrigues Maynart, está produzindo protetores faciais para profissionais de saúde da Santa Casa de Caridade de Diamantina, para o Centro Integrado de Pós-Graduação e Pesquisa em Saúde (CIPq-Saúde) da UFVJM, e para algumas cidades vizinhas.

Segundo o prof. Libardo Andrés González Torres, coordenador do GBio2, os protetores estão sendo produzidos através de impressão 3D e a iniciativa de confeccioná-los, bem como a orientação sobre os conceitos técnicos para o protetor, contaram com o apoio do enfermeiro Herlon Fernandes de Almeida e dos professores Liliane da Consolação Campos Ribeiro, do curso de Enfermagem, e Paulo Cícero Barroso Maciel, do curso de Medicina, ambos do Campus JK da UFVJM, em Diamantina.

“A produção dos protetores teve início no dia 23 de março e já foram feitas 23 máscaras até o momento. Serão enviadas cinco unidades para o CIPq-Saúde, credenciado pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) para realizar os testes para o novo coronavírus, e o restante será doado para a Santa Casa de Diamantina e municípios vizinhos. Pretendemos produzir 50 máscaras”, esclarece o professor.

 

Veja aqui parte do processo de fabricação do protetor facial utilizando impressão 3D (créditos: Felipe Maynart/UFVJM)


De acordo com Libardo, o GBio2 está produzindo os protetores com recursos próprios e com o a doação da professora Liliane da Consolação Campos Ribeiro, que doou todas as folhas de acetato para as máscaras e estabeleceu o contato com a Santa Casa e demais órgãos de saúde da região. “O GBio2 continua trabalhando para a arrecadação de mais material para dar continuidade na produção de mais equipamentos de proteção”.

A produção de protetores faciais também está sendo realizada pelo Centro Especializado em Reabilitação (CER – Diamantina). “O objetivo é que esses equipamentos ajudem aos profissionais da saúde a executar suas atividades com maior segurança”, conclui o professor.

Last Updated on Tuesday, 07 April 2020 11:09
 

Projeto Vagão Sustentável distribui cestas básicas para famílias carentes em Teófilo Otoni

Ação visa minimizar consequências negativas do distanciamento social por causa da pandemia do novo coronavírus

O projeto de extensão Vagão Sustentável, do Campus do Mucuri da UFVJM, está trabalhando para ajudar diretamente famílias carentes em Teófilo Otoni, neste momento de distanciamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus. Os integrantes do projeto, alunos e coordenação, com apoio de servidores no Campus do Mucuri, mobilizaram-se para arrecadar alimentos. Até o momento, o projeto arrecadou 56 cestas básicas, que já foram entregues para famílias de 12 bairros da cidade.

A coordenadora do projeto, professora Izabel Marques, explica que o Vagão Sustentável, em sua essência, realiza ações de educação ambiental para adoção de práticas sustentáveis. “Ou seja, desenvolver de forma ambientalmente correta, economicamente viável e socialmente justa em atendimento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que nasceram na Conferência das Nações Unidas (ONU) sobre desenvolvimento sustentável no Rio de Janeiro em 2012”.

Integrantes do projeto Vagão Sustentável fazem doação de cestas básicas para famílias carentes em Teófilo Otoni (foto: divulgação Vagão Sustentável)

 

Para Izabel, a pandemia da Covid-19 coloca em risco 3 dos 17 objetivos propostos pela ONU: erradicação da pobreza; fome zero; boa saúde e bem-estar da população. “Portanto, são fundamentais ações conjuntas, com foco nesses objetivos, como é o caso da doação de cestas básicas a famílias carentes realizada pelo Vagão Sustentável, em parceria com técnicos e docentes da UFVJM do Campus do Mucuri, em Teófilo Otoni-MG, diante de uma sociedade tão desigual e fragilizada”, analisa.

O projeto Vagão Sustentável foi criado em 2013 e registrado como atividade de extensão na UFVJM em 2014. Atualmente, mais de 50 alunos, dos cursos do Bacharelado em Ciência e Tecnologia, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Hídrica e Serviço Social atuam no projeto.

Saiba mais informações sobre o projeto pelo e-mail This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it , ou pelas redes sociais:

 

 

Last Updated on Monday, 06 April 2020 17:39
 

Pibid UFVJM seleciona professores supervisores

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência vai compor cadastro reserva para diversos subprojetos

A Pró-Reitoria de Graduação abre hoje (6/4) inscrições para seleção de professores da educação básica da rede pública para atuar como supervisores do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) nos seguintes subprojetos:

  • Ciências Biológicas
  • Educação Física
  • Geografia
  • História
  • Licenciatura em Educação do Campo
  • Línguas Estrangeiras (Inglês e Espanhol)
  • Matemática (EaD)
  • Matemática
  • Pedagogia
  • Química

As inscrições vão de 6 a 26 de abril, por meio de fomulário eletrônico, envio de memorial e documentos. Podem participar professores de escolas da educação básica, na área do subprojeto.

São requisitos mínimos para a seleção e o recebimento de bolsa de supervisor:

I – Possuir licenciatura na área do subprojeto, exceto para o Subprojeto de Educação do Campo em que será admitido possuir licenciatura em áreas afins do componente curricular ou dos cursos que compõem o subprojeto.

III – Possuir experiência mínima de dois anos no magistério na educação básica;

IV – Ser professor na escola-campo e estar atuando em sala de aula em componente curricular correspondente à habilitação concedida pelo curso que compõe o subprojeto.

a) Os supervisores de Pedagogia deverão estar atuando na educação infantil ou no ensino fundamental

b) Os supervisores de Educação do Campo deverão estar atuando em escolas do campo.

 

Confira outros requisitos e saiba como funciona o processo de seleção no edital, que você pode baixar neste link.

Last Updated on Monday, 06 April 2020 16:45
 
Page 8 of 804

 

Campus I - Diamantina/MG
Rua da Glória, nº 187 - Centro - CEP 39100-000
Telefones: +55 (38) 3532-6024
Campus JK - Diamantina/MG
Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5.000
Alto da Jacuba CEP 39100-000
Telefone: +55 (38) 3532-1200 e (38) 3532-6800
Campus do Mucuri - Teófilo Otoni/MG
Rua do Cruzeiro, nº 01 - Jardim São Paulo - CEP 39803-371
Telefone: +55 (33) 3529-2700
Campus Janaúba - Janaúba/MG
Avenida Um, nº 4.050
Cidade Universitária CEP 39447-790
Telefone: +55 (38) 3532-6808 e (38) 3532-6812
Campus Unaí - Unaí/MG
Avenida Universitária, nº 1.000, B
Universitários CEP 38610-000
Telefone: +55 (38) 3677-9950